Piloto se recusou a seguir as instruções e fez um pouso forçado e sem autorização em uma rodovia da região

Piloto foi preso após pousar em uma rodovia. Aeronave e a carga de drogas foram apreendidas por PRFs acionados pela Força Aérea Brasileira

Por Raychelly Rodrigues 07/07/2019 - 16:57 hs

Dois caças da FAB (Força Aéra Brasileira) interceptaram neste sábado (6) um avião que transportava 500kg de cocaína em Caracaraí, cidade distante 130 km de Boa Vista, Roraima.

Leia também: FAB intercepta avião com 500 quilos de cocaína após fuga em Goiás 

Segundo a FAB, a aeronave,  um Cescna C206 de prefixo PT-JSN, foi interceptada e recebeu orientações para pousar no aeroporto de Boa Vista, só que o piloto se recusou a seguir as instruções e fez um pouso forçado e sem autorização em uma rodovia da região.

O piloto pousou na rodovia BR-174 e em seguida abandonou o avião e tentou fugir. Ele é uma segunda pessoa que estavam no avião tentaram roubar uma moto e de esconder em uma área de mata.

Entretanto, agendares da PRF (Polícia Rodoviária Federal) conseguiram localizar e prender os dois, que foram levados para a Superintendência da Polícia Federal em Roraima, onde foram interrogados.

O piloto chegou a afirmar que a deixa teria sido embarcada no avião na fronteira com a Venezuela, mas se negou a dizer para onde levaria os 500 kg de cocaina encontrados dentro do avião e que foram apreendidos.

Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), o avião estava com a matrícula vencida e o certificado de aeronavegabilidade vencido desde 2001.

Ainda segundo a FAB, a ação que resultou na interceptação do avião fez parte de uma operação conjunta entre a FAB e os órgãos de segurança pública das regiões de fronteira do pais para  "coibir voos irregulares nas regiões fronteiriças do Brasil".